Atenção Líderes: 5 razões pelas quais vocês PRECISAM ser mestres em redes sociais

Atenção Líderes: 5 razões pelas quais vocês PRECISAM ser mestres em redes sociais

Karen Uyenco
3 Agosto 2017

Então você é executivo C-Level. Um líder empresarial. Alguns te chamam de chefe, ou diretor, o dono da caneta. Seu negócio é a sua vida. Então, por que você não está prestando mais atenção nas redes sociais?

Os dados mostram que, quando os líderes e a gerência sênior atuam no plano social, seus negócios aumentam em sentimentos positivos e a marca é melhor percebida.

Os dados também mostram um aumento no envolvimento dos funcionários quando o líder da empresa é ativo nas mídias sociais. Com um CEO confiável e acessível e o incentivo de uma empresa à participação dos empregados nas redes sociais, estudos mostram menos rotatividade e maior atração pelo talento.

Com esses benefícios, o que você tem a perder?
Então, aqui vão dicas rápidas sobre como se envolver, utilizar e ser um mestre em redes sociais:

1. Cultive sua voz
Como líder da empresa, você também precisa “criar” uma marca pessoal. Uma que se encaixe com a marca da sua empresa e que tenha um toque pessoal. Quando sua comunidade se conecta com você, eles não querem ouvir você reiterar o que seus canais da marca já estão publicando.

Eles querem ter acesso à vida de quem está no topo. Se você lançou um novo produto, os perfis sociais da marca podem descrever como este produto funciona. Mas a sua comunidade procurará suas redes sociais esperando que você explique por que o recurso faz sentido.  Como esse recurso se vincula às próximas iniciativas que estão planejadas para sua empresa.

2. Compreenda o trabalho das mídias sociais e da comunicação
Não seja esse CEO que comete erros ortográficos ou faz maus comentários só porque está apressado. Pequenos erros podem se transformar em pesadelos de RP. Agora você está ocupado. Quando você começa a mergulhar em ter uma presença social ativa, você aprenderá quanto trabalho é necessário.

É por isso que vale a pena ter uma equipe de especialistas para treiná-lo nos DO’s e DONT’s das mídias sociais. Peça para que criem um calendário de postagem para você, um que você possa rever e rever antes que o conteúdo entre no ambiente social. Crie uma cadência com suas postagens e procure uma mistura de mensagens de transmissão de marca, compartilhando dicas pessoais, retweetando e engajando os colegas. Como a maioria dos hábitos, é preciso prática, mas ter um calendário e sistema para postar ajudará na tarefa de sentir como uma segunda natureza.

3. Prepare-se para Crises
Também, se você se cercar de uma equipe de especialistas sociais, espere que eles estejam preparados, com conteúdo apropriado, para quando e se uma crise atingir. Leia em nossos posts, alguns conteúdos relacionados com crise e peça à sua equipe que prepare seu plano de ação.

Lembre-se, como questão número 1, use sua voz pessoal. Ao preparar uma declaração, faça com que ela não pareça um comunicado de imprensa seco. Não use a fala corporativa. As pessoas vão querer ouvir um líder falar com a verdadeira compreensão, sobre o que deu lugar à crise. Ofereça uma desculpa genuína e quais os próximos passos a serem implementados.

4. Participe das conversas
Para participar da conversa, primeiro você precisa ouvir. Por sorte, você pode deixar que os Alertas Executivos da Meltwater façam todo o trabalho pesado para você. Insira um local ou palavras-chave e acompanhe as conversas mais significativas.

Quando se sabe o que está acontecendo no mundo on-line, o que as pessoas estão falando sobre sua marca e sobre você mesmo, você estará em uma posição poderosa, preparado para conversas significativas. Você pode compartilhar testemunhos positivos de clientes, responder a clientes que possam estar enfrentando algo difícil com sua marca e, claro, se envolver com outros líderes em sua indústria.

5. Alguns dos melhores estão nas redes sociais

Junte-se a CEOs bem conhecidos que são especialistas em social e aprendam algumas boas lições com eles:

Richard Branson – Virgin

Elon Musk – Tesla

Arianna Huffington – Thrive

Kimberly Bryant – Black Girls Code

Com um CEO confiável e acessível e o incentivo de uma empresa à participação dos empregados nas redes sociais, estudos mostram menos rotatividade e maior atração pelo talento.

Agora que você sabe os motivos pelos quais você deveria começar a tweetar ou “instagrammming”, o que você está esperando?