Por que o marketing e as comunicações devem começar a trabalhar com detectores de tendências

Por que o marketing e as comunicações devem começar a trabalhar com detectores de tendências

Com a equipe de marketing e comunicação cada vez mais voltados para os dados, a detecção de tendências é o próximo passo para melhorar seu mercado. Através de conhecimento e pesquisa, isso pode ajudá – lo a liderar a formação do seu setor e a melhorar a sua percepção do consumidor. Aprenda como escolher o caminho certo - e como evitar os errados. Em seguida, leia nosso amplo e-book de detecção de tendências.
John Boitnott
31 Outubro 2019

Com todos os desafios que o time de marketing e comunicação enfrentam diariamente, prever o comportamento do cliente pode ser o mais difícil e o mais tentador. A final saber o que os consumidores podem fazer no próximo mês ou ano certamente resolveria muitos problemas. Entender para onde o seu setor está indo – bem antes dos seus concorrentes, também seria interessante.

Pode não existir uma bola de cristal, mas suas equipes de marketing e comunicação podem fazer uso de uma coisa melhor: Detector de tendências , qualificado.

O que é a detecção de tendências?

As análises preditivas legítimas precisam de profundo conhecimento, um senso de discernimento e uma absorção do comportamento do usuário.

Brian Solis é autor do novo livro Lifescale, e Principal Analyst e futurista na empresa Altimeter Group. Ele diz que é parte da arte e parte da ciência, e não precisa, mas quando é bem feito, transcende a comunicação pura.

“As comunicações como indústria são amplamente mecânicas”, diz ele. “E os melhores profissionais do setor realmente se preocupam com seus relacionamentos, eles realmente conhecem seus interesses. Mas olhar para o futuro e se tornar um recurso de valor agregado aos seus contatos é uma liga totalmente diferente”.

Detecção de tendências requer a capacidade de classificar rapidamente através de enormes quantidades de entrada. Isso inclui tendências atuais do cliente, comportamento e escolhas com suporte de dados, influências externas e os prováveis resultados dessas influências.

Significa traçar o provável futuro das tendências resultantes. Normalmente, nada disso é suportado apenas por certificados ou programas de graduação. Requer uma familiaridade profunda em um campo específico e uma rede cuidadosamente escolhida com especialistas e influenciadores.

Detecção de tendências resolve problemas

Detecção de tendências resolve problemas intratáveis quando implementados adequadamente nas comunicações corporativas e nos fluxos de trabalho de marketing. Ao entender os cenários futuros atualmente, você pode agir rapidamente, antes que a concorrência comece. Você pode moldar sua mensagem e divulgá-la quanto antes.

Vikki Willmott, líder global de conteúdo e publicação na empresa Hill + Knowlton Strategies, diz que o valor de um detector de tendência pode agregar à sua equipe uma mudança em direção ao planejamento proativo, em vez da reatividade padrão em que muitas equipes de comunicação corporativa ficam presas.

“Devido ao ritmo acelerado do cenário atual de mídia e comunicação”, diz Willmott, “pode ser fácil se concentrar nas comunicações adequadas. O que as pessoas estão pedindo imediatamente? Qual é o nosso ponto de vista? Quão rapidamente podemos entregá-lo? Ao olhar para o futuro, planejar e estar preparado para o que está por vir, as comunicações se tornam mais significativas e muito mais eficazes”.

Se isso parece uma mudança útil de perspectiva, um detector de tendências poder ser um investimento de extrema importância.

Encontrando a detector de tendências adequado para as suas necessidades

Detecção de tendências é novo o suficiente para não haver boas práticas estabelecidas ou recursos sólidos de contratação. Nossos especialistas sugerem algumas qualidades na hora de procurar um detector de tendências.

Wilmott sugere que a principal característica seja a curiosidade, e também a capacidade de transformar comportamento em insights”, mas acrescenta que habilidades mais concretas também são cruciais. São fundamentais habilidades autênticas de pesquisa. Não se trata de transformar dados em gráficos bonitos, mas uma capacidade de identificar padrões e comunicar o que eles significam”.

Solis também adverte que você precisa conhecer bem seu próprio campo para contratar uma boa detecção de tendências. Esse tipo de senso conectado ao seu campo significa que você terá mais chances de ouvir essas mensagens ressonantes de vozes autorizadas de boas análises preditivas.

“Ter conversas diretamente com esses indivíduos é onde eu começaria”, sugere Solis. Use essas conversas para descobrir o influenciador ou o especialista relacionado ao seu nível de interesse pessoal em novos desafios e quaisquer contatos que eles tenham e que possam se encaixar na conta.

Faça uso de seus próprios contatos neste processo. Peça recomendações aos colegas, não apenas para os analistas de tendências, mas para influenciadores qualificados.

Os nossos especialistas também concordam que é importante detalhar seu objetivo e intenção ao contratar um detector de tendências. Saiba que tipo de público-alvo você precisa alcançar, se estiver analisando as tendências do consumidor. A experiência é crucial, mas a paixão também. Procure uma pessoa que possa se comunicar com clareza, tanto com seus conhecimentos quanto com seu fascínio no público e no mercado com o qual está trabalhando.

Evitando fraude nos detectores de tendências

Embora os legítimos detectores de tendências já exista há anos, o mesmo ocorre com os “especialistas” fraudulentos.

Lembre-se de “normacore“? A empresa que detecta tendências firm K-Hole previu a tendência em 2014. Consistia em roupas de marca projetadas para se destacar apenas por sua falta de características distintas. O que muitos podem não ter percebido na época ou desde então é que K-Hole era um coletivo de arte que satisfazia sua paixão por empreendimentos criativos (ou seja, completamente inventados).

Então aconteceu uma coisa estranha: A tendência falsa se tornou real. Embora esse possa ser um estudo de caso sobre como iniciar uma tendência, não será muito útil encontrar um parceiro confiável.

Como você pode saber se está falando com um detector que não possui experiência ou que é mesmo uma fraude? Solis diz que realmente se resume a uma combinação de sua própria intuição e experiência. “Pode ser muito difícil saber porque, a menos que você esteja por dentro de tudo que eles dizem e do que acontece, é muito difícil identificá-los. Será realmente baseado no que parece certo, no processo pelo qual essas pessoas passam para trabalhar com você”.

Sua própria experiência pode ajudá-lo a reconhecer os problemas de detecção de tendências”antes que eles se tornem desastres para a empresa. Você também pode fazer uma avaliação e qualificar o valor das informações que eles entregam à sua equipe, sugere Solis, acrescentando que, pelo menos até certo ponto, “infelizmente é tentativa por erro ou tentativa por sucesso”.

Trabalhando uma detecção de tendências no seu fluxo atual

Wilmott ressalta que existem diferentes tipos de tendências, cada uma desempenhando um papel distinto em comunicação e marketing.

Primeiro, ela diz, “existem tendências sobre o comportamento do consumidor, que devem estar envolvidas no topo do seu processo quando você chega a uma plataforma criativa”.

Em seguida, esteja ciente das tendências mais táticas, que devem ajudá-lo a moldar sua estratégia de conteúdo.“Compreender as várias formas significa que você pode descobrir quais recursos são mais úteis e como eles podem ser integrados à sua maneira de trabalhar”.

Então, qual a melhor maneira de incorporar o detector de tendências em suas comunicações e fluxos de trabalho de marketing? De certa forma, diz Willmott, você usa as informações de tendências da mesma forma que qualquer tipo de dado ou insight. Só é útil na medida em que você realmente o deixa penetrar em todo o processo e informa suas opções de mensagens.

Próximas etapas: posicione sua marca para fazer sucesso

Leia nosso ebook Olhando para o futuro: Detecção de tendências e previsão para RP, para saber como os detectores de tendências informam suas decisões e ajudam a aproveitar todo o seu potencial.