Como um negócio pode criar e manter uma boa reputação

Criar uma boa reputação requer tempo e esforço, e pode ser algo perdido em um instante. No entanto, existem várias coisas que você pode fazer para ajudar sua empresa a construir uma reputação e mantê-la a longo prazo. Então, vamos analisá-los de perto.

Confira estas dicas simples de boa reputação

Sempre que você disser que vai fazer alguma coisa, faça. Isso pode parecer óbvio, mas pense nisso. Quantas vezes alguém lhe disse que eles lhe mandariam algo ou ligariam de volta, e não o fizeram?

Nestes casos, você tem que entrar em contato, e eles perdem credibilidade. Agora, pense em uma ocasião em que alguém disse que faria algo e, na verdade, o fez. Quando uma pessoa tem esse hábito, ela se destaca, e as pessoas a veem como um indivíduo que pode ser confiável. Você provavelmente daria a alguém assim uma forte recomendação, por exemplo. Então faça o seu melhor para ser essa pessoa.

Ajude outras pessoas a alcançar seus próprios objetivos

Sua reputação vai além de cuidar de você e de seus próprios interesses. Tenha uma mentalidade de ajudar os outros. Se o filho de um amigo estiver na faculdade e estiver interessado em aprender sobre o mundo dos negócios, ofereça-se para falar com ele por um tempo, responda às perguntas e forneça dicas. Se você conhece alguém em vendas e descobre que está procurando um acordo, veja se pode ajudá-lo fazendo uma boa apresentação. Estas são algumas dicas úteis para ajudar os funcionários a desenvolver seus status em qualquer setor.

Faça o seu melhor para fazer os outros parecerem bons

Todo mundo foi jogado embaixo do ônibus pelo menos uma vez e nunca é divertido. É uma excelente ideia descobrir maneiras de fazer os outros parecerem bons. Por exemplo, se um amigo o encaminhar para uma determinada empresa, talvez como cliente ou até mesmo para um trabalho, certifique-se de que, em gratidão, você os faz parecer ótimos de alguma forma. Lembre-se de chegar cedo, e também estar preparado e responder em tempo para ambas as partes. Faça com que a pessoa que lhe indicou apresente uma boa impressão por apresentar você, e a sua reputação crescerá.

Sempre vá um pouco mais do que o esperado ou solicitado

Se alguém pedir uma referência, ofereça-lhe três. Se você prometer salvar alguém em 10%, poderá ajudar em 15%. Se você disser que fará o acompanhamento em 24 horas, faça isso em 12. Envie notas de agradecimento manuscritas e coisas assim. Um pequeno gesto que mostra que você se importa pode percorrer um longo caminho e fazer maravilhas pela sua reputação.

Impressões da empresa no papel

É importante garantir que sua empresa tenha o tipo correto de impressão em papel, o que significa que você deve apresentá-la da maneira mais profissional possível. Ter um escritório da empresa em um local central, ter um site de qualidade, uma presença bem organizada em mídias sociais e garantir que qualquer material relacionado ao negócio seja feito por especialistas, cria a impressão certa para sua empresa.

Apresente-se da maneira que você quer ser visto

ser visto

Isso é muitas vezes subestimado e esquecido, mas as primeiras impressões são muito importantes para a sua reputação. Quer você goste ou não, você será julgado antes de abrir a boca, então vista-se para o ambiente em que você estará. Nunca seja excessivamente casual: se você não tem certeza do código de vestimenta, melhor errar sendo excesivamente elegante. Certifique-se de que suas roupas se encaixam bem e que elas estão limpas, alinhadas e modernas. Estar bem arrumado também é importante e certifique-se de que seus acessórios ou maquiagem não distraiam muito. Não perca a oportunidade de impresionar por não estar com a aparência apropriada. Aqui estão algumas dicas sobre como apresentar sua empresa.

Sempre seja cauteloso com sua linguagem corporal

Isso diz muito aos outros. Quando você fala em público, enfrente seu público, com os pés apontando para eles, e uma postura alta e segura. Acene com a cabeça quando você está olhando para mostrar concordância, incline-se na direção da pessoa com quem você está conversando às vezes, sorria às vezes. Veja o material de Vanessa Van Edwards para mais ajuda com isso: ela é especialista em linguagem corporal e fundadora da Science of People.

Seja consistente

Se você não é autêntico, provavelmente não é consistente, o que nunca levará a uma boa reputação. Mostre suas qualidades positivas a cada pessoa que conhece, mesmo quando estiver num dia ruim. Se você é bom em um ambiente, mas áspero ou frio em outro, sua reputação vai sofrer. As pessoas tendem a compartilhar experiências negativas com muito mais facilidade do que compartilham experiências positivas, e esse tipo de coisa se espalha rapidamente.

Aja com integridade

Certifique-se de fazer isso, independentemente do que você está fazendo. Particularmente no mundo dos negócios, até mesmo um pequeno ato de egoísmo, ganância ou ciúme pode ter um sério impacto negativo, mostrando uma falta de integridade, e você pode nem perceber. Se você não compraria o que está vendendo, não venda. Se você que não pode retornar para alguém, não prometa que vai fazê-lo.

Comprometa-se com as comunidades das quais você faz parte

Uma comunidade pode ser tão pequena quanto um escritório e tão grande quanto a cidade inteira. O compromisso deve estar alinhado com seus objetivos e valores. Envolver-se significa dar o seu tempo e recursos, conhecer pessoas e estar disponível para eles em geral.

Seja amigável

Isso está diretamente relacionado a ser você mesmo. Sorria mais, aproxime-se de pessoas que você não conhece, ofereça apertos de mão e deseje parabéns. Pequenas coisas como essas podem torná-lo muito mais amigável, apenas certifique-se de não ser falso, nunca falsifique quem você é só para que as pessoas gostem de você.

Aprenda como as ferramentas de inteligência de mídias pode ajudar você a gerenciar a reputação da sua marca (e estar na vanguarda de uma possível crise de marca) participando deste webinar.

Este artigo foi escrito por Cormac Reynolds de Business2Community, e obteve uma licença legal através da rede de editores NewsCred.

14 KPIs de RP comprovados e como rastreá-los

Você está fazendo tudo o que pode para promover sua marca e divulgar sua mensagem: apresentações personalizadas, comunicados bem elaborados, diretrizes perspicazes e estratégias sociais que ajudam você a aumentar ainda mais seu público-alvo. Mas como você traduz essa atividade em dados que os líderes de negócios podem entender e apreciar? Leia este trecho e baixe o e-book sobre KPIs de RP comprovados.

Se o seu relatório de relações públicas se concentra apenas em menções à marca e validação social (métricas de vaidade), RP provavelmente será considerada uma função de negócio “agradável de ter”, em vez de ser um impulsionador valioso do crescimento dos negócios. Seus líderes não querem um painel que seja apenas uma lista de links para clippings de anúncios públicos e alguns instantâneos de mídia social. Eles querem entender como seu investimento em relações públicas – e você – está apoiando os objetivos de negócios. Sim, muitos de seus objetivos se concentram em visualizações e engajamento. Mas, para provar seu valor para sua liderança, você também precisa medir o alcance, a fatia publicitária e o tráfego gerado pelo website. Veja como começar.

14 KPI’s Tem que ter e como medi-los

Identificamos KPIs de RP comprovados que você deveria considerar rastrear. Sempre comece com os itens que geram maior impacto nos negócios. E não se esqueça de medir seu desempenho em relação a seus concorrentes comparando-se com eles.

1. Cobertura ativa: Cobertura garantida pela equipe de relações públicas. Você pode criar um subconjunto desse KPI especificamente focado em publicações de primeira linha para o seu setor e público-alvo.

2. Alcance potencial: Soma de visualizações de publicações e sites em que sua cobertura é destacada.

3. Fatia Publicitária/Share of Voice: Porcentagem de cobertura – para sua marca, produtos ou executivo (s) de alto perfil – em comparação com os concorrentes. Inclua vários concorrentes para avaliar seu lugar no setor como um todo, ou faça uma referência de cada vez e faça uma pesquisa detalhada sobre a cobertura da mídia para descobrir os principais diferenciais. É importante observar que o share of voice pode ser rastreado por volume ou alcance. Por exemplo, seu concorrente pode ter um volume maior em termos de menções, mas você pode estar em publicações de maior alcance.

4. Engajamento social: Quantas ações e comentários a cobertura que você gera recebe.

5. Sentimento: Tom dos artigos que mencionam sua marca ou concorrentes. Essa métrica permite que você veja se sua marca está criando associações positivas ou negativas.

6. Mídia de divulgação: O número de comunicados de imprensa e arremessos que você está enviando e como eles estão realizando. Juntamente com a quantidade de cobertura que geram, você também pode medir seu progresso na construção de relacionamentos com jornalistas (uma boa ferramenta de distribuição fornece métricas sobre taxas de abertura e até links internos clicados).

7. Qualidade de cobertura: A colocação da sua menção de marca (título, corpo) e sua proeminência no conteúdo do artigo.

8. Presença geográfica: Volume de cobertura com base na localização. Avalie seu sucesso na segmentação de dados demográficos principais.

9. Penetração da mensagem-chave: Divida a sua cobertura por temas-chave e meça o quanto você está associado a cada um deles. Você também pode medir com quais concorrentes seus concorrentes estão associados e comparar seus resultados.

10. Presença geral na mídia: Combine fatia publicitária e sentimento para obter um instantâneo do seu cenário competitivo.

11. Earned Mídia: O número de visitantes que foram direcionados para o seu website como resultado da cobertura e da veiculação de links ganhos.

12. Autoridade de domínio: Uma métrica criada pela empresa de software de SEO Moz para prever quão bem um site será classificado nos mecanismos de busca, usando uma escala logarítmica de 100 pontos. Ao proteger a veiculação de links em sites de terceiros, o PR pode ter um grande impacto na autoridade de domínio e no SEO do seu site. Para saber mais, assista ao nosso seminário on-line sobre as superpotências de SEO do PR.

13. Promoção do evento: O sucesso do PR na realização da participação no evento, na cobertura da mídia dos eventos e na construção de relacionamentos com palestrantes e participantes.

14. Comunicações de crise: Quando o problema é atingido, você deve avaliar a velocidade com que o RP recupera as coisas ao normal. Durante toda a crise, o volume de referência e o sentimento em relação aos níveis de referência começaram antes do início da crise.

Conclusões

Para medir esses KPIs de PR, você precisará usar as ferramentas certas para acompanhar as métricas de PR e visualizar esses dados. Os painéis do Analytics permitem que você veja suas métricas de desempenho de relações públicas e acompanhe seus KPIs.

O uso de uma plataforma abrangente de inteligência de mídia, como a Meltwater, permite rastrear as métricas de PR em um único lugar, ao mesmo tempo em que fornece recursos automatizados de geração de relatórios. Você também terá ferramentas robustas de divulgação e distribuição, um banco de dados de contatos de mídia com todos os recursos para identificar jornalistas, distribuir argumentos, personalizá-los e avaliar a coleta.

Este post é um trecho do nosso ebook, Tudo que você precisa para provar o PR ROI. Aprofunde-se mais nos PR KPIs e como provar a contribuição do PR para o crescimento dos negócios, baixando o e-book completo agora.